PARECE MENTIRA…

PARECE MENTIRA…

Agosto 18, 2015 Não Por Ricardo Daracdjian

Iniciei no ramo promocional no início dos anos 90. Claro que há muitas histórias, “causos”…

Lembro como se fosse hoje da primeira demissão de uma promotora. Ainda inexperiente, mas convicto que deveria demiti-la, a comunico sobre a decisão. Inconformada, vira o conteúdo do copo que estava em suas mãos em cima de mim. Ensopado, tive um sentimento de raiva e alivio. Alivio porque era água. Menos mal!…

Pensei: Onde fui me meter?

Com o tempo percebi que foi uma rara exceção e como é gratificante se unir a pessoas e formar um grupo onde somos todos iguais, deixando momentaneamente os problemas pessoais para atingir um objetivo comum e, ao final, se sentir realizado!

Mas, não faltaram “causos”:

Lembro-me de uma degustação de cereal matinal.

A preocupação era de que o produto fosse servido da forma correta. Não podia sobrar leite, faltar produto… E como a caixa de produto e de leite tinham 12 unidades, a conta era simples: Para cada caixa de produto usar 1 caixa de leite. Esta conta tornava as coisas fáceis e frisávamos cansativamente. Para cada caixa aberta de produto, abra uma caixa de leite.

Ao chegar à loja o supervisor é informado pela promotora que uma caixa de produto estava vencida. Parabéns a ela que foi zelosa, jogando a caixa no lixo. O supervisor, ao verificar o ocorrido, depara com uma caixa de leite, ainda com validade ok, também no lixo!

O supervisor pergunta: Porque?. E a promotora: Se uma caixa de produto está diretamente proporcional a uma caixa de leite, joguei ambas no lixo…

A partir daí entendi que o Operacional precisa se dedicar ao que é certo e dimensionar tudo o que é possível, antever. E, mesmo assim, surgindo uma ocorrência, independente da razão, imediatamente solucionar.

Aguarde, que tem mais…

Parece mentira…

Compartilhe