ROI de marketing

ROI de marketing

Agosto 25, 2017 Não Por Márcio Mendes

IMG_7548

Andando pelas ruas tenho observado lixeiras repletas de folhetos de diferentes empresas. Todos os dias também recebo centenas de mensagens em meu e-mail que vão direto para a lixeira.

As empresas imprimem folhetos e criam e-mails com a mesma velocidade que são jogados no lixo. Folhetos e e-mails marketing não pesam tanto na verba de marketing e produzem algum resultado, o que justifica algum desperdício de dinheiro.

Folhetos e e-mails são exemplos simplórios, mas representam aqui todas as atividades de marketing que exigem o cálculo do ROI – Return on investment. Esta fórmula de retorno faz o marketing buscar como meta principal a maior lucratividade possível que o capital investido pode retornar.

Um presidente da General Motors afirmou saber que 50% de sua verba de propaganda era jogada fora, só não sabia qual dos 50%. Isto fazia com que a GM continuasse a investir em todas as frentes do marketing.

Conhecer o resultado do ROI de cada atividade de marketing seria uma importante ferramenta para orientar as decisões de investimento. Mas focar o marketing apenas com esta visão de ROI representa um grande risco para a sobrevivência das empresas nos dias de hoje, que trabalham num planeta que precisa de um modelo de desenvolvimento sustentável para continuar viável.

Observar as dimensões da sustentabilidade e descolar o retorno apenas da questão econômica pode ser a solução para facilitar as decisões de marketing e para contribuir com o sucesso das empresas. Para isso é necessário trazer outro significado para o ROI de marketing: Return on Impact.

Calcular o retorno de todo impacto das atividades de marketing, e não apenas sobre o investimento, amplia as fronteiras e os compromissos que as empresas possuem, trazendo para a fórmula os impactos exercidos sobre a sociedade e sobre o uso de recursos naturais.

As empresas e as marcas que não querem ir para o lixo deveriam considerar esta nova visão de ROI.

Compartilhe