(DES)INTELIGÊNCIA DE MARKETING 2

(DES)INTELIGÊNCIA DE MARKETING 2

Janeiro 31, 2018 Não Por Márcio Mendes

O ditado popular diz: CRESÇA E APAREÇA. E o marketing construiu uma lógica inversa: APAREÇA E CRESÇA.

Esta fórmula de usar uma boa estratégia de comunicação realmente sempre deu resultados para o crescimento das vendas, principalmente quando aplicada em pontos de venda.

Tornou-se natural as empresas procurarem soluções de marketing para criar experiências que facilitem o crescimento de suas vendas através da ocupação do território do ponto de venda. E muitas empresas estão trabalhando com o conceito de LOJA PERFEITA para atrair consumidores para suas marcas.

Isto envolve uma série de iniciativas, divididas pelo canal de vendas:

  • Praticar o preço certo
  • Criar embalagens promocionais
  • Aplicar técnicas de planograma
  • Usar materiais de merchandising
  • Montar pontos extras
  • Desenvolver campanhas promocionais
  • Treinar equipes
  • Implantar ferramentas para medir resultados

Todas estas táticas para converter decisões de compra são válidas e contribuem para uma marca aparecer mais no ponto de venda para vender mais.

Mas investir tempo e dinheiro com o conceito de LOJA PERFEITA apenas em determinadas épocas do ano ou em momentos específicos é uma grande desinteligência de marketing. É grande o risco de encontrar o varejo com prioridades diferentes das que a marca deseja ou de esbarrar em algum concorrente que possui uma capacidade maior de investimento para aparecer mais. E mesmo quando isto não acontece, os resultados decorrentes são efêmeros, convertendo vendas momentâneas sem usar a inteligência necessária para aplicar o real significado de marketing que é de conquistar e manter clientes.

Uma LOJA PERFEITA não se resume em ter um preço menor, uma gôndola atraente, a loja bem decorada e visitada em alguns momentos. É um processo contínuo que envolve o conhecimento e a preocupação de atender as mais altas expectativas do consumidor em seu processo de decisão de compra, descobrindo o que ele realmente busca quando faz negócios com as marcas nos diferentes canais de venda.

Focar a estratégia da marca apenas em APARECER não cria crescimento sustentado. É necessário que as marcas possuam importância e relevância constante na rotina dos consumidores, apresentando reais soluções para as necessidades e desejos que possuem. Só assim uma marca pode CRESCER.

Compartilhe