Marketing para saúde e cidadania

Marketing para saúde e cidadania

Maio 6, 2019 Não Por Ricardo Daracdjian

Em 2006, diante dos graves problemas relacionados ao Aedes Aegypti, realizamos uma ação educacional para uma tradicional marca de Repelentes, nos estados do Sul e no interior de SP.

Com adequada comunicação, fortalecemos a responsabilidade e cidadania em 27 cidades, atingindo 412.000 crianças e adolescentes em 850 escolas públicas e particulares e em cada uma das 17.793 classes.

Cada aluno, orgulhosamente, colocava no peito seu distintivo de “PATRULHA CONTRA A DENGUE”. Formamos aliados para propagar em sua escola, bairro, familiares e amigos, fornecendo material para multiplicar a mensagem.

Vigilância Total!

Participaram do Concurso Cultural “COMO POSSO AJUDAR A ACABAR COM A DENGUE” 54% dos alunos atingidos e foram premiados os desenhos mais criativos. 

Trabalho de “formiguinha” diante de um inseto “gigante”! Com resultados de grande impacto.

Hoje, o Brasil tem um alto índice de infestação e risco de surto em 994 municípios. Outros 2.160 estão em alerta.

A incidência de casos de Dengue subiu em um ano 339,9% com o registro de 102.681 casos. Óbitos aumentaram 186,3%

Fomos apresentados à Zika e Chicungunha!

Perda de vidas, qualidade na saúde, impossibilidade de produzir, dispêndio de tempo e verbas no atendimento médico, remédios, exames e internações.

O ministro da Saúde, Sr. Luis Henrique Mandetta adverte: “Estados, Municípios e toda a população devem reforçar os cuidados para combater o mosquito”.

Mesmo com grandes esforços em campanhas, mídia de massa e verbas consideráveis, a situação se agrava. 

Precisamos unir nossas forças; fazer mais e melhor!

Compartilhar conhecimento, contagiar e formar “Xerifes”! Olho no olho!

Ah, neste período, no comércio próximos às escolas, o crescimento nas vendas do Repelente foi de 41,2%!

Compartilhe